top of page
  • allanfgj

Escolhendo a Empresa de Terceirização Certa: Um Guia para Gestores e Síndicos

Na era atual, a terceirização de serviços tornou-se uma estratégia fundamental para empresas e condomínios que buscam eficiência operacional e foco em suas atividades principais. Contudo, a escolha da empresa de terceirização certa é crucial, não apenas para garantir a qualidade dos serviços, mas também para assegurar o cumprimento das responsabilidades legais e fiscais. 0Gestores empresariais e síndicos de condomínios desempenham um papel vital como fiscalizadores solidários dessa gestão, conforme estabelecido pela legislação brasileira.


Entendendo a Legislação: A reforma trabalhista de 2017, implementada pela Lei nº 13.467, trouxe mudanças significativas para a terceirização, permitindo a contratação de serviços terceirizados para atividades-fim. Com essa alteração, a Lei da Terceirização (Lei nº 6.019/74) foi atualizada, reforçando a importância de uma gestão criteriosa na escolha de prestadores de serviços terceirizados. Além disso, o conceito de "responsabilidade solidária" estipula que, em caso de inadimplência da empresa terceirizada em relação aos seus empregados, o contratante dos serviços (seja uma empresa ou um condomínio) pode ser responsabilizado. Isso sublinha a necessidade de uma escolha e fiscalização cuidadosa das empresas de terceirização.


Critérios para a Escolha Certa


1. Reputação e Credibilidade no Mercado: Inicie verificando a reputação da empresa. Busque referências, avaliações e recomendações de outros clientes. Uma empresa respeitável tende a manter um histórico de transparência e eficiência.

2. Conformidade Legal e Fiscal: É vital que a empresa de terceirização esteja em dia com suas obrigações fiscais e trabalhistas. Solicite e verifique todos os documentos que comprovem a regularidade da empresa, como certidões negativas de débitos, FGTS e outras obrigações sociais.

3. Experiência e Especialização: Prefira empresas que tenham experiência comprovada e especialização no tipo de serviço que você precisa. Isso garante não apenas a qualidade do serviço, mas também a capacidade de lidar com desafios específicos da sua operação.

4. Políticas de RH e Treinamento: A qualidade dos serviços terceirizados está diretamente relacionada às políticas de recursos humanos da empresa contratada. Verifique como são realizados os processos de seleção, treinamento e desenvolvimento de seus colaboradores.

5. Transparência e Comunicação: Uma parceria bem-sucedida com uma empresa de terceirização é baseada na transparência e na comunicação eficaz. É importante estabelecer canais de comunicação claros e eficientes desde o início da parceria.


Preço Não é Tudo: Enquanto o custo é um fator importante na decisão de contratação, ele não deve ser o único critério. Empresas que oferecem preços muito abaixo do mercado podem estar comprometendo aspectos essenciais, como a qualidade do serviço, o cumprimento de obrigações trabalhistas e fiscais, ou até mesmo a sustentabilidade do negócio a longo prazo. Uma diferença de preço significativa entre empresas similares deve ser um sinal de alerta para uma avaliação mais profunda.


Conclusão: A escolha da empresa de terceirização certa é um processo que requer diligência, pesquisa e uma análise criteriosa. Ao priorizar a qualidade, a conformidade legal e a eficiência operacional, gestores e síndicos podem garantir uma parceria bem-sucedida que beneficie todas as partes envolvidas. Embora o processo de seleção possa parecer desafiador inicialmente, os resultados positivos para a gestão de empresas e condomínios são inestimáveis, trazendo não apenas eficiência e economia, mas também tranquilidade e confiança na conformidade com as obrigações legais e fiscais.

14 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page